Sabemos hoje da intensa jornada de trabalho das mulheres, que, além disso, enfrentam a violência no dia-a-dia. Desde ameaças, agressões, opressões, até o feminicídio, uma mulher é violentada a cada 2 segundos no Brasil. Muitas mulheres dependem do transporte público, como se sabe, lotado e ainda com a 2º tarifa mais cara do Brasil.

Mas o problema não se encerra aqui. Muitos pontos de ônibus tem iluminação precária, localizam-se em áreas de pouca segurança, e, o tempo de espera de algumas linhas de ônibus chegam a 40 minutos.

Por isso queremos mais linhas de ônibus para se reduzir o tempo de espera, a redução da distância de alguns bairros até os pontos e com isso melhorar a segurança das mulheres.