O “corte” não vale quando o gasto é irrelevante para fazer autopromoção do governo. O discurso da austeridade só vale quando é para achatar o valor do salário mínimo.

Segundo reportagem da Mônica Bergamo, o governo federal pretende gastar R$ 4,5 milhões em adesivos e “mouse pads”

Veja a reportagem.