Na sessão de ontem (20/06), aprovamos na Câmara Municipal de Campinas uma moção de protesto contra a política anti-imigrantes do governo Trump.

No último fim de semana surgiram vídeos e fotos dos centros de detenção, semelhantes a gaiolas, onde quase 2.000 crianças filhas de imigrantes estão isoladas de suas famílias. Ativistas dizem que a prática ocorreu discretamente por meses, antes do governo adotá-la como política em abril deste ano.

O presidente dos Estados Unidos disse seguidas vezes, ao longo do ano, que membros de gangues de imigrantes não eram pessoas;
“Eles são animais”, afirmou em maio.

É fundamental o posicionamento da sociedade internacional contra as práticas do governo Norte Americano, contra a barbárie, a violência e a violação dos Direitos Humanos presentes na política definida por Donald Trump.

*Charge: Correio Popular, edição de 21 de junho de 2018.*