87 profissionais, 52% do atendimento na cidade. Esse é o resultado de uma política cheia de falsas soluções para falsos problemas, que destrói as esferas de direitos mínimos da população enquanto, na surdina (reflitam sobre os nomes que estão sendo indicados para o primeiro escalão do governo), viabiliza os grandes negócios e as grandes negociatas de sempre. Nem começou o governo e evidência que não há novidades no que é importante, no que garante melhora da vida do povo. Mais do mesmo, nenhuma preocupação com os problemas reais da população como o acesso a saúde, educação, moradia, etc, etc.

veja reportagem completa no AcidadeOn.