A vereadora Mariana Conti (PSOL) apresentou, nesta quarta-feira, dia 28 de novembro, requerimento de informação destinada a Prefeitura Municipal, cobrando explicações sobre a devolução ao Governo Federal de verba no valor de 380 mil reais que deveria ser destinada a implantação de dispositivos que compõe a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). 
 
A verba, que deveria ser destinada para os cuidados de pacientes da saúde mental no Serviço de Residência Terapêutica – serviço voltado a atenção de usuários da saúde mental que necessitam de tratamento em residências terapêuticas mantidas pelos poder público – precisou ser devolvida ao Governo Federal, pois a prefeitura perdeu o seu prazo de utilização. A notificação da devolvida foi por meio da portaria N° 3718 do Ministério da Saúde.
 
Em fala de tribuna em sessão da Câmara Municipal, a vereadora disse que o prefeito deve explicações a população por não ter usado a verba no prazo, pois existe uma demanda grande dos pacientes da saúde mental em Campinas, que sofrem com a desassistência.
 
A Prefeitura agora tem o prazo de 30 dias para a resposta do requerimento.