Excelentíssimo Senhor Prefeito do Município de Campinas, Dário Saadi,

 Multiplicam os relatos de trabalhadoras terceirizadas das escolas municipais e demais serviços da Prefeitura Municipal de Campinas contaminadas com COVID-19. Nesta semana, chegamos ao ápice em que duas dessas trabalhadoras vieram a falecer por complicações da doença. 

Os relatos, dão conta que essas trabalhadoras continuaram tendo que comparecer nas escolas e nos serviços, mesmo com as restrições no funcionamento desses locais e sem aulas presenciais, mesmo as trabalhadoras com comorbidades. Nem mesmo um esquema de rodízio entre essas trabalhadoras foi implementado.

Não é razoável que a prefeitura compactue com essa situação, em que trabalhadoras terceirizadas das escolas e demais serviços da prefeitura precisem comparecer pessoalmente aos serviços, mesmo sem aulas presenciais, enfrentando transporte público lotado (recebemos fotos dessas trabalhadoras em ônibus lotado) e promovendo encontros desnecessários nas escolas em plena Pandemia de COVID-19. É esperado RESPONSABILIDADE do município com o combate à Pandemia, e essa responsabilidade precisa ter exemplo nos próprios serviços da prefeitura.

Indico que a prefeitura tome iniciativas imediatas, juntos às empresas prestadoras de serviços, para garantir que o máximo possível dessas trabalhadoras permaneçam em casa com garantia de emprego, enquanto perdurar a situação de Pandemia, principalmente no contexto sem aulas presenciais e serviços com restrições e mesmo no momento em que as aulas presenciais retornarem. Trata-se de uma atitude que contribui para diminuir a disseminação do vírus em nossa cidade, colocando menos pessoas em circulação, e salvar a vida dessas trabalhadoras e seus familiares.

Sala de Reuniões, 31 de março de 2021.

Atenciosamente

___________________________________

Mariana Conti
PSOL