O PL do Veneno, Projeto de Lei 6299/2002, visa flexibilizar o uso e registro dos agrotóxicos. Essa legislação não tem preocupação alguma com os impactos provocados na saúde, meio ambiente e na economia. De acordo com a Publica, agência de jornalismo investigativo, 27 mil pessoas foram intoxicadas por agrotóxicos, entre 2007 e 2017.

O Brasil é um dos países do mundo que mais se utiliza “veneno” nas plantações, uma das justificativas, é um dos maiores produtores de soja. Muitos desses agrotóxicos usados por aqui, foram banidos em países da Europa e dos EUA.

Esse projeto, de autoria do “Rei da Soja”, Blairo Maggi, atual Ministro da Agricultura, retira o poder decisório da Anvisa e Ibama, deixando o.controle, fiscalização e liberação sob o comando da Agricultura.

Curiosamente, o Estado do Paraná, de onde é o relator do PL do Veneno, Deputado Luiz Nishimori, em números absolutos, tem a maior quantidade de intoxicações nos últimos 10 anos, 4648 registros.