Ontem, durante a sessão da Câmara, anunciei minha candidatura à presidência da Casa e consegui as assinaturas para colocar em tramitação meu projeto que acaba com o voto simbólico, uma espécie de voto secreto que existe na Câmara Municipal.
Precisamos de uma Câmara que tenha real autonomia com a relação a Prefeitura, transparência diante da população de Campinas e, pela primeira vez na história, eleja uma mulher presidenta da Câmara.

veja reportagem na A Cidade On.