As UTIs neonatais da cidade passaram por superlotação nas últimas semanas e agora voltam a ter algumas vagas disponíveis, devido à liberação das vagas ocupadas.

Comentamos nos últimos dias a redução do número de vagas nas UTIs pediátricas e neonatais da região, onde resgatamos o dado de que entre 2012 e 2017 foram fechados 80 leitos pediátricos (SUS) na nossa região. Esses leitos precisam ser reestabelecidos para que existam vagas disponíveis quando necessário.

O investimento em saúde pública é urgente no Brasil! Nos últimos 5 anos, 30% do que o governo federal investia em saúde foi cortado e a PEC dos gastos, que limitou o investimento por 20 anos, só vai piorar a situação.

Veja no Correio.