E o ajuste continua. Na mira estão os pobres, idosos e pessoas com deficiência.

 

veja reportagem.