Protocolei um ofício direcionado a Comissão Processante que apura a participação do prefeito Jonas Donizette no esquema de corrupção do Hospital Ouro Verde. Essa solicitação é uma resposta à definição tomada pelos membros da CP de que as reuniões de deliberação seriam restritas aos membros, seus assessores a à equipe técnica da casa.

Segundo o Regimento Interno da Câmara Municipal, em seu artigo 14, todas as reuniões da Câmara serão públicas, o que faz com que a definição pela confidencialidade das reuniões seja contrária ao Regimento, sem contar a importância e a publicidade que deve ter os trabalhos da comissão, ao qual toda a população está interessada.

O trabalho da Comissão deve ser acompanhado por todos, para que a apuração seja feita com toda a seriedade que o caso exige. A Câmara Municipal de Campinas deve ser aberta para a população em todos os seus espaços!