Muito problemática a decisão do TJ-SP de soltar todos os réus que estavam presos por conta da Operação Ouro Verde.

Não precisamos soltar os envolvidos, mas sim ampliar as investigações para todos os contratos da prefeitura, se houve corrupção no contrato com a Vitale que administrava o Hospital Ouro Verde o que não pode haver nos tantos outros contratos terceirizados estabelecidos pela prefeitura.

Estamos falando do desvio de milhões de recursos públicos que geraram enorme desassistência para a população.