A Polícia Civil do Rio de Janeiro revela que milicianos tinham plano de executar o deputado estadual do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo (PSOL), nesse sábado, em evento que ele participaria com professores.

A denúncia é grave e mostra que os poderes paralelos da República continuam agindo impunes, o que só é possível com apoio de autoridades vinculadas ao mundo do crime. O PSOL prestará total apoio ao nosso companheiro MarceloFreixo e exige justiça!

veja reportagem.