O samba, que no carnaval de 2018 tão bem representou a crítica e os anseios do povo brasileiro!

Tudo começou com um inesperado “encontro cósmico”. Evandro Salles, diretor cultural do Museu de Arte do Rio (MAR), caminhava pensando na vida quando deu de cara com um grupo de sambistas vestidos a caráter: “Fiquei tão impressionado com a beleza e a magia daquilo que tive a ideia de fazer uma exposição sobre a história do samba”.

continue lendo no El País.