A política não pode ser um grande balcão de negócios como fazem os diversos partidos, que fazem concessões e negociam o futuro da população. O PSOL não negocia direitos trabalhistas, não negocia direitos humanos e não cede à pressão dos poderosos.

Somos um dos únicos partidos não citados na Lava-Jato. Isso porque não aceitamos e não pactuamos com acordões, negociatas, e a lógica do toma lá, dá cá na política. Mostramos dia a dia que a política pode ser feita diferente, atendendo os interesses da população. Assim, nosso compromisso é com as ruas, com a vida digna para a maioria da população.