Muita falta de respeito! Prefeito Jonas Donizete descumpre acordo e crianças com deficiência continuam sem transporte no contra-turno escolar.

Em julho de 2017, o transporte adaptado para crianças com deficiência no contra-turno escolar foi extinto pela Prefeitura Municipal de Campinas.

Depois de muita cobrança e informações desencontradas fizemos uma denúncia no Ministério Público. Durante essas reuniões ficou claro, inclusive, que não havia nenhuma recomendação do MP pelo o fim do transporte. Ou seja, a Prefeitura usava uma justificativa infundada. Foram várias reuniões de negociação na qual, por fim, se chegou a um acordo que o serviço seria retomado no início do ano letivo de 2018. O que não aconteceu. Estamos no final de março e o transporte escolar adaptado ainda não foi reestabelecido! Já são pelo menos noves meses de violação de direitos.

No início de ano 2018, questionei oficialmente a Prefeitura sobre o descumprimento do acordo. A resposta é revoltante! Mais uma vez a resposta foi que as crianças seriam atendidos pelo PAI-Serviços. Ora, é mais do que evidente que o PAI não vai atender essas crianças porque elas não se enquadram no regulamento e porque o PAI tem uma característica completamente diferente das necessidades.

É preciso lembrar essa história! Encaminho abaixo uma reportagem da EPTV de outubro de 2017 que mostrou o drama das famílias.

veja reportagem do G1.