Em minha fala de tribuna na primeira sessão do ano destaquei a crise na saúde causada pela gestão de Jonas Donizette. A corrupção, revelada pela Operação Ouro Verde e alvo da Comissão Processante aberta na Câmara para investigar a participação do Prefeito, o fechamento de equipamentos, como o caso da Botica da Família e a falta de profissionais e insumos fazem da saúde de Campinas um verdadeiro caos, levando a desassistência da população.

Outro assunto importante que toquei foi o crime que ocorreu em Brumadinho, no rompimento da barragem da Vale, o qual matou centenas de pessoas e, mais uma vez, causou um desastre ambiental. Tudo isso após apenas 3 anos da tragédia de Mariana. Aqui na região a população, entidades e ONGs se preocupam com a barragem de água sendo construída em Pedreira e outra em Amparo. Protocolei uma moção, que foi aprovada pela câmara, questionando a licença recebida por essas barragens para a construção.