Há cinco anos, a UFRJ tem perdido repasse em relação às despesas obrigatórias. Este recurso é destinado aos investimentos dentro da universidade e manutenção dos prédios e patrimônio. Entre 2017 e 2018, tal verba foi cortada pela metade. Apesar de o governo ter afirmado que repassou mais recursos para a UFRJ, considerando a correção inflacionária, houve uma perda real do repasse.

O descaso do governo tem ocorrido com todos os tipos de serviço público no país. Se antes da Emenda Constitucional, que estipula o teto dos gastos, o governo não mantinha nem a correção inflacionária, após isso certamente haverá perdas ainda maiores! Não podemos esperar até que mais uma tragédia aconteça!

veja reportagem do G1.