Acordamos com a dor de mais uma morte. Mais uma mulher morreu vítima de feminicídio em Campinas (SP). Vaneza Oliveira de Sousa, de 31 anos, foi morta com um único golpe de faca após discutir com o namorado.

Ser a única mulher eleita em 2016 para uma Câmara Municipal com 33 vereadores é a expressão da nossa ausência que tem significado a falta de política públicas que nos atendam, que tem significado negligência com nossos direitos, que tem significado a manutenção de uma estrutura patriarcal que mata mulheres pelo simples fato de serem mulheres.

Por isso, e para ampliar o alcance do projeto de superação desta barbárie apresentado pelas diversas candidaturas do PSOL, sou candidata a deputada estadual. Faremossas perdas e de nossas dores estímulos para a luta. Às nossas mortas nenhum minuto de silêncio e uma vida inteira de lutas.