Aqui a realidade e uma das consequências do processo de terceirização da saúde promovida pela prefeitura Jonas Donizette em Campinas. Além da desassistência à população e o prejuízo aos trabalhadores, temos dinheiro público escoado pelo ralo, afinal, pagamos pelo contrato, pagamos pelas dívidas deixadas pela Organização Social Vitale e o montante que foi para o ralo da corrupção.

Essa postagem é para mais uma vez pautar o caos que vive a saúde em Campinas, para não esquecermos o resultado das políticas privatistas e para lembrar que a população continua sem a oferta adequada nos serviços de saúde. Além da crise não resolvida no Complexo Hospitalar Ouro Verde, a prefeitura precisa se pronunciar sobre os equipamentos público de saúde fechados no município.