O lema deste ano nos chama a refletir sobre as desigualdades como geradoras de violência e, por isso, o grito: Basta de privilégios!

Para o combate às mais diversas formas de desigualdade: social, racial, de gênero, etnia, enfim, precisamos combater todas as formas de privilégios, exploração e opressões que estruturam a sociedade brasileira. Venha você também ocupar a polícia contra os privilégios, contra a corrupção e a política de barganha com nossos direitos. Venha, vamos ocupar a política com nossos corpos, mentes, cores, raças, etnias, gêneros, com nossos sonhos e nossos planos de vida digna para todos e todas!