Ter a defesa da educação como bandeira e pauta não pode ser apenas uma narrativa vazia em tempos de eleição!

Tenho lutado incessantemente por um projeto de educação pública, gratuita, laica, de qualidade socialmente referenciada, inclusiva, para todos e todas. Ultimamente, a educação pública tem sido atacada, com o corte de verbas e de bolsas, com políticas de desmonte como a proposta de Base Nacional Curricular Comum – BNCC, que enxuga o currículo escolar.

Desde as lutas e participação nos espaços de movimento estudantil, como professora da rede estadual, servidora da universidade pública ou como parlamentar defendo e atuo pela ampliação da estrutura educacional, com mais vagas, aumento das verbas públicas paras as universidades e escolas técnicas, valorização do salário e da carreira dos professores.

Sem uma educação pública, gratuita e de qualidade, não teremos um país melhor!