O segundo turno em Campinas ocorre entre mais do mesmo. De um lado Dário Saadi, do Republicanos, partido aliado do bolsonarismo, legenda do bispo Crivella. Dário foi secretário de esportes de Jonas até a véspera das eleições, e está comprometido até o pescoço com o grupo que, à frente da prefeitura, realizou oito anos de governos desastrosos, que estiveram às voltas com uma série de esquemas de corrupção e ataques aos direitos sociais.

Na outra raia temos Rafa Zimbaldi, deputado estadual pelo PL, outro partido aliado do bolsonarismo e comprometido com o retrocesso. Também está junto a Rafa Zimbaldi o grupo do deputado federal Carlos Sampaio(PSDB), um dos principais fiadores da eleição de Jonas Donizette. Quando presidiu a Câmara Municipal Rafa esteve junto ao governo Jonas em uma série de ataques aos serviços públicos e direitos sociais.

Por essas e outras não apoio nem Rafa Zimbaldi nem Dário Saadi no segundo turno. Ambos trazem projetos muito semelhantes e representam a continuidade do governo Jonas que tanto combatemos. Desde já estamos trabalhando na construção de propostas e força social para enfrentar o próximo governo que virá, e certamente não será aliado das causas populares, das mulheres, dos serviços públicos e dos direitos sociais. Vamos à luta!