Essa imagem repugnante está rodando nas redes sociais na noite de hoje. Ela expressa a tentativa de trocar o debate e o campo da luta política e social pela violência. A execução de Marielle Franco e Anderson foi um recado em praça pública de quem quer manter o autoritarismo e silenciamento da maioria da população tão característicos do Estado brasileiro. Pra esse recado a resposta será cada vez maior: não vão nos calar, não vão nos silenciar, não vão fazer política sem nós e para citar Marielle: não seremos interrompidas!
À memória de nossos mortos nenhum minuto de silêncio e uma vida inteira de lutas, nos já perdemos muita coisa, inclusive o medo!
MARIELLE, PRESENTE!