Mais um absurdo! Boa parte destas situações acontece dentro de casa, seja por um familiar, seja por alguém próximo à família. É preciso medidas urgentes para que se evitem tais situações.

A sociedade precisa debater gênero, porque num mundo em que a maioria das vítimas de violência são mulheres, num mundo em que a maioria das vítimas de pedofilia são meninas, não há como desassociar o papel estrutural do machismo.

Veja reportagem do uol.