Na segunda-feira, 3 de dezembro, foram aprovadas as leis complementares ao plano diretor – aprovado ano passado: a lei de parcelamento, uso e ocupação do solo e a lei do aumento do perímetro urbano.

Essas leis foram aprovadas contrárias à toda discussão feita por especialistas da cidade, inclusive contrariando o que foi dito em estudo contratado pela própria Prefeitura Municipal.

O aumento do perímetro urbano de forma flexivel, como aprovado nas leis, poderá causar um impacto enorme na cidade, com consequências nas áreas verdes, no encarecimento da cidade, no aumento da especulação imobiliária e no aumento dos vazios urbanos.

Discuti sobre esses projetos em minha fala da ultima segunda-feira. Acompanhem.

Na segunda-feira, 3 de dezembro, foram aprovadas as leis complementares ao plano diretor – aprovado ano passado: a lei de parcelamento, uso e ocupacao do solo e a lei do aumento do perimetro urbano.Essas leis foram aprovadas contrárias à toda discussão feita por especialistas da cidade, inclusive contrariando o que foi dito em estudo contratado pela própria Prefeitura Municipal. O aumento do perímetro urbano de forma flexivel, como aprovado nas leis, poderá causar um impacto enorme na cidade, com consequências nas áreas verdes, no encarecimento da cidade, no aumento da especulação imobiliária e no aumento dos vazios urbanos. Discuti sobre esses projetos em minha fala da ultima segunda-feira. Acompanhem.

Posted by Mariana Conti on Wednesday, December 5, 2018