No dia 17 de julho foi proferida a sentença aos 23 ativistas do Rio de Janeiro que participaram das manifestações de junho de 2013, a maioria deles recebeu uma pena de 7 anos de prisão.

Esta não é uma sentença qualquer, se trata da criminalização daqueles e daquelas que lutaram por um direito justo, denunciaram junto com milhares de pessoas por todo o Brasil os preços das passagens de ônibus e reivindicaram mais acesso aos direitos e serviços públicos.

Junho de 2013 entrou para a história como as maiores mobilizações populares até então, recolocaram a ideia de que política de faz na rua, de forma coletiva e que o povo organizado consegue ter vitórias, criminalizar estes ativistas é tentar calar essa voz.