Um professor de inglês, de 32 anos, promete processar o Estado após ser confundido com um ladrão enquanto esperava pelos alunos na sala de aula. O caso aconteceu na tarde de quinta-feira (dia 14), na Escola Estadual Guido Segalho, na Vila Teixeira, em Campinas. 

Veja reportagem completa no correio.