Depois de quase um ano de luta e pressão, finalmente prefeito Jonas Donizette foi obrigado pela justiça a respeitar o direito à educação de crianças com deficiência. A justiça determinou que o prefeito tem 15 dias para retomar o transporte adapatado no contraturno escolar, não apenas das crianças que o perderam mas também das que futuramente necessitarem do serviço. Fato é que a inclusão de pessoas com deficiência tem que deixar de ser apenas propaganda e virar realidade!

Parabéns às mães que acreditaram e foram à luta para defenderem seus filhos!

veja notícia no G1.

#emdefesadotransporteadaptado