“Preso preventivamente com outras três pessoas por suposto envolvimento no esquema de corrupção no Hospital Ouro Verde, Anésio Corat Júnior, ex-diretor do Departamento de Contas da Secretaria de Saúde de Campinas (SP) teve acesso ao gabinete do secretário mesmo após afastamento do cargo, segundo o Ministério Público (MP).”

Veja reportagem completa no G1.