Os Correios, com mais de 350 anos de histórica, presente em todos os municípios brasileiros e, em alguns deles sendo a única empresa pública precisa ser defendido enquanto patrimônio do povo brasileiro.

Esse dado demonstrativo do sucateamento dos serviços dos Correios faz parte de uma fórmula já conhecida: precarização, fechamentos de agências, queda da qualidade dos serviços oferecidos, intensificação das péssimas condições de trabalho e “venda” quase sempre a preço de bananas, do patrimônio público.

É importante defender a manutenção dos Correios que está no rol das empresas públicas estratégicas que estão na mira do processo de privatizações. Seu papel estratégico, sua história e os serviços que prestam ao país justificam a manutenção dos Correios como empresa 100% pública.

Por nenhum direito a menos, nenhum patrimônio a menos e por soberania: Em defesa dos Correios e fora todos os Temer da Política!

Veja reportagem do G1.