Após decisão da presidenta do Supremo Tribunal Federal, a privatização da Eletrobras, arquitetada por Michel Temer e seu governo segue: foram liberados os leilões das distribuidores dos estados do Acre, Amazonas, Alagoas, Rondônia, Roraima e Piauí.

É muito séria a questão da entrega do patrimônio público de um importantíssimo setor para o setor privado. A privatização e a tercerização são parceiros da corrupção, como estamos vendo aqui em Campinas, no escândalo do Hospital Ouro Verde.

O PSOL segue na luta contra mais esse absurdo vindo do (des)governo Temer!

Veja reportagem do Valor.