Infelizmente a gestão dos recursos hídricos no Brasil tem sido arbitrária e pouco transparente. O desmatamento das matas ciliares, o desperdício, a contaminação por lançamento de esgotos e a gestão da água como um negócio lucrativo, colocam a água em risco.

No estado de São Paulo algumas medidas necessárias para preservar as nossas águas tem sido negligenciadas pelo governo Alckmin, conjuntamente com muitos governos municipais. Prioriza-se as grandes obras de construção de reservatórios, custosas para o orçamento público, e ineficientes no combate a Crise Hídrica por serem medidas que por si só não garantem a disponibilidade de água.

Venha debater os caminhos e enfrentamentos na luta pela democratização da gestão da água, para a preservação e o uso de todos e todas!

Acesse o material prévio–> https://pt.calameo.com/read/00492810066172c5dcc80…