Ontem visitei a Maloca Arte e Cultura e Praça Comunitária Antônio Romão, espaços comunitários geridos por moradores na Vila União. Um espaço coletivo muito importante onde acontecem cursos gratuitos, oficinas de arte e artesanato, sarais culturais, e muito cuidado com a vida das pessoas. Uma construção importante de um espaço que estava sendo negligenciado pelo poder público e privado. Uma das poucas alternativas de vivência e cultura gratuita para a população de uma região esquecida da nossa cidade. Mas infelizmente a Maloca está sendo ameaçada!

A posse do terreno está em litígio e hoje existe uma investigação do Ministério Público sobre a venda do terreno para uma empreiteira. Apesar do MP recomendar que enquanto a investigação acontece, qualquer empreendimento deve ser suspenso, nos últimos dias segurança privada e funcionários da empreiteira tem tomado as redondezas.

Saudamos a resistência da Maloca Cultura e Arte e que o espaço se mantenha coletivo, gratuito e da comunidade!