Ontem, alunos do COTUCA (Colégio Técnico de Campinas) realizaram um ato em defesa de um professor que foi alvo de ofensas racistas e homofóbicas.

Além de exigir medidas educativas contra tais atos, os alunos levaram cartazes repudiando essas práticas. É muito bom ver uma geração que não admite posturas opressoras e se mobiliza contra atitudes machistas, racistas e homofóbicas, pois este tipo de mobilização carrega a semente da mudança radical de nossa sociedade sustentada por uma estrutura racista, patriarcal e colonialista!

Nos solidarizamos com o professor agredido, parabenizamos a comunidade escolar pela nota emitida e pelo ato público realizado e nos somamos a todas as trincheiras de luta contra todas as formas de desigualdades, social, econômica, de raça gênero ou etnia. Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres.

Veja reportagem do G1.