Trinta dias depois da execução da vereadora do Psol, Marielle Franco, e do motorista Anderson Gomes, nenhuma resposta para esclarecer esse crime tão perverso.

Isso não vai nos amedrontar e não vai nos silenciar. Marielle é semente e estará presente em nossa luta diária contra a violência e o extermínio da população negra e no combate ao feminicídio.

Queremos justiça!
Nenhuma a menos, vivas nos queremos. E como sempre lembrava Marielle, sou porque nós somos!