O dia 29 de Agosto se consagrou como o Dia da Visibilidade Lésbica em 1996, data em que ocorreu o 1º Seminário Lésbico reunindo diversas ativistas, Movimentos Sociais e pesquisadoras.
Falar em Visibilidade Lésbica ainda hoje é uma necessidade. A invisibilização e violência são uma realidade cotidiana para as lésbicas, se expressam na não garantia de atendimento específico nos equipamentos de saúde, no não reconhecimento de suas famílias, na fetichização de seus relacionamentos, em toda a violência simbólica e psicológica e no medo constante da violência física em retaliação à sua orientação sexual.
O incentivo ao discurso de ódio tenta de muitas maneiras empurrar ainda mais as LBTs para a invisibilidade, anonimato e marginalidade, ao mesmo tempo também crescem os movimentos de autoafirmação, de luta por garantia de direitos, a organização coletiva e a ocupação de todos os espaços.
Celebrar a existência é um ato de resistência!
Sigamos na luta pela memória das que vieram e lutaram antes de nós e pela garantia de mais direitos!

VisibilidadeLésbica #29deAgosto #Lésbica #LGBT #Diversidade