CPI Antifascista define relatoria e calendário de atividades

A Comissão Parlamentar de Inquérito formada para investigar as ações violentas de grupo neofascistas e neonazistas, presidida pela vereadora Mariana Conti, elegeu nesta segunda-feira, 06/06, a vereadora Guida Calixto (PT) para a relatoria e definiu um calendário de atividades. Dentre os encaminhamentos, ficou definida uma Audiência Pública para o dia 23/06 que deve reunir organizações […]

8 Jun 2022, 11:07 Tempo de leitura: 1 minuto, 9 segundos
CPI Antifascista define relatoria e calendário de atividades

A Comissão Parlamentar de Inquérito formada para investigar as ações violentas de grupo neofascistas e neonazistas, presidida pela vereadora Mariana Conti, elegeu nesta segunda-feira, 06/06, a vereadora Guida Calixto (PT) para a relatoria e definiu um calendário de atividades.

Dentre os encaminhamentos, ficou definida uma Audiência Pública para o dia 23/06 que deve reunir organizações em defesa dos direitos humanos, grupos antifascistas e estudiosos sobre o tema. Também está prevista uma reunião com a reitoria da Unicamp sobre as pichações de símbolos nazistas no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e conversa com as autoridades responsáveis pela investigação do ataque armado ao bar em frente à moradia estudantil da universidade. Também foi encaminhada uma reunião com as diretorias e coordenações das escolas de Campinas que tiveram casos de pichações de apologia ao nazismo dentro do ambiente escolar.

“Os ambientes escolares e universitários parecem ser alvos prioritários desses grupos que disseminam ódio e violência, especialmente contra pessoas negras e periféricas. Inclusive, há relatos de ameaças de ataques nesses espaços. Queremos dar apoio, suporte político e contribuir para a elucidação da atuação desses grupos, dialogando e cobrando das autoridades pelo desmantelamento das células existentes em Campinas e região” comenta a vereadora Mariana Conti, presidenta da CPI Antifascista.