Bancada do PSOL propõe obrigatoriedade de comprovante de vacinação contra COVID-19

A bancada do PSOL na Câmara Municipal de Campinas, composta por Mariana Conti e Paulo Bufalo, apresentou um projeto de lei substitutivo ao PLO 317/2021, para que Campinas passe a exigir comprovante de vacinação em locais com aglomeração de público. O projeto, que originalmente havia sido apresentado por Nelson Hossri (PSD), previa a proibição dessa […]

9 Feb 2022, 11:33 Tempo de leitura: 1 minuto, 13 segundos
Bancada do PSOL propõe obrigatoriedade de comprovante de vacinação contra COVID-19

A bancada do PSOL na Câmara Municipal de Campinas, composta por Mariana Conti e Paulo Bufalo, apresentou um projeto de lei substitutivo ao PLO 317/2021, para que Campinas passe a exigir comprovante de vacinação em locais com aglomeração de público. O projeto, que originalmente havia sido apresentado por Nelson Hossri (PSD), previa a proibição dessa exigência.

O substitutivo do PSOL é resultado da junção de projetos que foram anteriormente apresentados por Paulo Bufalo, que previa a obrigatoriedade de comprovação em locais de circulação, e por Mariana Conti, pela comprovação da imunização para realização de matrículas em escolas e a obrigatoriedade para servidores municipais.

Todos esses projetos tiveram suas tramitações barradas pelo PLO 317 e por isso foi necessária a reformulação e a apresentação dessas propostas em forma de substitutivo.

“Tudo o que pudermos fazer para que a vacinação se amplie, nós faremos. Basta de negacionismo. É uma questão de saúde pública na qual todos precisam fazer a sua parte e o Brasil sempre foi exemplo disso, em campanhas de vacinação diversas.” comentam Mariana e Paulo.

“O projeto de Nelson é mais uma de suas investidas absurdas contra o ‘passaporte da vacina’. Nós o adequamos ao que os brasileiros, em sua grande maioria, apoiam de fato, contrariando os interesses de bolsonaristas que só pensam em sabotar e boicotar a imunização dos brasileiros.” concluem os vereadores do PSOL.