Os governantes sempre culpam a crise para justificar medidas que vão contra os direitos da população.

 Medidas essas como as reformas trabalhistas e da previdência, e cortes nas áreas da saúde e na educação. O que os governantes não falam são das escolhas feitas que aprofundam a crise. Medidas como a Emenda Constitucional 95 (a PEC do fim do mundo), aprovada pelo (des)governo Temer,aprofundam os cortes, as privatizações e terceirizações, que […]

27 Aug 2018, 08:01 Tempo de leitura: 0 minutos, 44 segundos
Os governantes sempre culpam a crise para justificar medidas que vão contra os direitos da população.

 Medidas essas como as reformas trabalhistas e da previdência, e cortes nas áreas da saúde e na educação. O que os governantes não falam são das escolhas feitas que aprofundam a crise. Medidas como a Emenda Constitucional 95 (a PEC do fim do mundo), aprovada pelo (des)governo Temer,aprofundam os cortes, as privatizações e terceirizações, que tanto aprofundam a precarização dos serviços públicos. No Governo de São Paulo não é diferente: as desonerações fiscais – impostos que o Governo deixa, por escolha, de receber – aprofundam os cortes.

Acompanhem a nossa fala na tribuna sobre esse assunto e conheçam a cartilha, lançada pelo Deputado Estadual Raul Marcelo, que explica sobre os problemas da desonerações no Estado de São Paulo pelo link: goo.gl/UrsnTt

https://www.facebook.com/marianacontipsol/videos/529096110871530/